terça-feira, 25 de junho de 2013

Mandante, Comandante ou Lider...

PARABÉNS AO CMT. DA GMC, CAP. AGUIAR, QUE DIARIAMENTE VEM MOSTRANDO SER, NÃO SÓ CMT. MAS UM LÍDER, SEMPRE PRESENTE NAS AÇÕES DA GUARDA MUNICIPAL, REPRESENTANDO E DEFENDENDO A GUARDA MUNICIPAL DE FORMA IMPARCIAL. PROCURANDO A CADA DIA SE ATUALIZAR COM RELAÇÃO AS ATRIBUIÇÕES DA GMC, BUSCANDO RECURSOS E DEFENDENDO OS DIREITOS DOS GMS.

É sempre louvável e sempre resulta em benefício de cada grupo o desejo, a busca em ser reconhecido como líder ou, contentando-se com um pouco menos como um comandante, podendo acontecer de não se conseguir mais do que ser um mandante.
É natural o desejo de destacar-se no meio em que vivemos. As medidas, as formas que adotamos é que podem macular um desejo que, em sua origem, faz parte da própria essência do ser humano.
Nesse diapasão de pretensões é que os objetivos se definem de forma clara para os premiados na sua origem, no seu DNA, pois trazem como marca indelével de seu estilo uma das três características citadas acima.
Assim é o poeta. Não se constrói um poeta nas salas de aulas, não se molda um poeta nas Faculdades, não se consegue diploma de poeta. Esta característica faz parte dessa raça especial de seres. São dotados de uma sensibilidade extra, enxergam coisas que a maioria não vê, dá cores e perfumes nos seus versos, nas suas estrofes, nos seus escritos.
O poeta vê e expressa beleza na rudeza, no torpe, no insensato, no inconseqüente e consegue tocar platéias, consegue tocar a alma do mais rude dos seres humanos.
Se o poeta tem essa sublimidade o LIDER é a encarnação dessa alma especial na lida comum do dia a dia, no serviço ao próximo, na configuração permanente de idéias e no transformá-las em ideais, sempre em favor do todo e não para ser reconhecido como grande pela comunidade.
O líder dispensa o elogio e, em não raras oportunidades até o aplauso.
Na constante disputa travada entre os homens e seus grupos, quase sempre a identificação de liderança é confundida com a oportunidade ou simples desejo do poder de mandar. Não confundir com comandar.
A diferença que existe pode não ser percebida entre o mandante, o comandante e o líder.
Talvez a mais forte diferença que se pode estabelecer entre essas três posições seja simplesmente o fato de o mandante ter necessidade de ser obedecido, de ver suas ordens sempre cumpridas, não tirando dessa posição de destaque o mérito dos resultados obtidos.
O comandante, diferentemente do mandante, embora ambos necessitem de um mandato, de uma outorga de poderes, mesmo que por certo tempo, age de forma mais coletiva, permite a interposição de outras opiniões, consegue ouvir e refletir nos comandos que dá a oportunidade de melhor alcançar os objetivos desejados.
Já o líder dispensa esses artifícios e pode ser de modo mais simples porque é sempre buscado pelos que lidera ou que venha liderar. Está sempre à frente do grupo sendo do grupo a referencia e ponto de esperança e compreensão porque mais ouve do que fala,com a capacidade de ouvir até no silencio...
Uma sutileza s.m.j., estabelece a diferença entre os três. Enquanto do mandante e do comandante, os seus seguidores vão à frente e buscam dele distanciar-se o máximo possível, há sempre um clima instável quando estão próximos, ao passo que o líder sempre está à frente e, aqueles que assim o identificam, buscam dele se aproximar sempre mais.
Comandar é e, será sempre uma posição de riscos porque contempla o poder ou obrigação de tomar decisões e determinar as ações que sedimentam e consolidam a chamada responsabilidade no agir.
O resultado deve ser sempre a meta de beneficiar a população ou o conjunto de liderados. Nessa busca de beneficiar o conjunto é que o comandante pode ter a postura de líder. Uma vez que liderar é muito mais que mandar. Nem sempre é da responsabilidade do líder a posição de comandante, mas sempre se espera de qualquer pessoa investida na função de comandar uma postura segura de líder.
É sábio o comandante que admite rediscutir uma ordem dada se um argumento, mais prudente e objetivo, for apresentado. Confundir ordem com comando não é uma boa forma de traduzir a certeza do comando dado.
A História da humanidade tem mostrado que a concentração de poder é sempre uma aposta de risco em projetos que podem ser de natureza pessoal e não de interesse coletivo.
Há quem afirme que a diferença fundamental entre o líder e o comandante é que deste os comandados seguem à frente e tomam a distancia que a astúcia e a prudência recomendam, ao passo que o líder está sempre à frente e é permanentemente seguido pelos seus liderados.
Estes, os liderados, por mais que se esforcem estão sempre atrás. Não em segundo plano, mas com a aceitação de que o líder que seguem cuida sobretudo do interesse de todos.

 Sebastião Ananias

sexta-feira, 21 de junho de 2013

CRISTALINA, CIDADE GOIANA NO ENTORNO DO DISTRITO FEDERAL DISTANTE 100 KM, TAMBÉM TEVE SUA FESTA DA DEMOCRACIA HOJE!


PARABÉNS AOS CIDADÃOS CRISTALINENSES, QUE MOSTRARAM AO MUNDO QUE VIVEMOS EM UMA CIDADE QUE RESPEITA A DEMOCRACIA. E ACIMA DE TUDO QUE A PALAVRA MANIFESTAR NÃO É SINÔNIMO DE VIOLÊNCIA E DEPREDAÇÃO, MAS SIM DE EXERCER O DIREITO DE RECLAMAR DE REIVINDICAR PACIFICAMENTE. A GUARDA MUNICIPAL ESTAVA PRESENTE NESTA GRANDIOSA FESTA DA DEMOCRACIA E NÃO REGISTROU QUALQUER ALTERAÇÃO NO PAÇO MUNICIPAL. ENQUANTO O POVO EXERCIA SEU DIREITO CONSTITUÍDO A GUARDA EXERCIA O SEU DEVER; PROTEGER O MAIOR BEM TUTELADO QUE É A VIDA, E TAMBÉM O PATRIMÔNIO DO POVO. PARABÉNS CRISTALINA!!!

quinta-feira, 6 de junho de 2013

Policiais Civis de Cristalina prendem autor de crime de homicídio praticado em via pública


Policiais Civis de Cristalina, da circunscrição da 5ª Delegacia Regional de Polícia (DRP), sediada em Luziânia, coordenados pelo Delegado Vitor Oliveira Magalhães, concluíram hoje (04.06), em tempo recorde, a investigacão do bárbaro crime ocorrido na cidade no dia 7 de maio último, tendo como vítima Florisvaldo Nunes Franco.
A vítima, bastante conhecida na cidade, foi assassinada em via publica com vários disparos de arma de fogo por Adenildo Rosalino da Silva, após uma discussão motivada por cobrança de uma dívida. Desde o crime, os policiais passaram a empreender diligências no sentido de descobrir o paradeiro do autor, realizando investigações em toda a zona rural de Cristalina e até mesmo em Goiânia.
Depois de exaustivas investigações, a Policia Civil conseguiu encontrar a mulher do autor. Após prestar depoimento, a mesma foi liberada, momento em que os Policiais Civis passaram a monitorá-la, chegando à conclusão de que o autor do crime já se encontrava na cidade, conversando com um advogado. Diante dos fatos, todas as diligências foram empreendidas para a prisão de Adenildo Rosalino, que já tinha em seu desfavor um Mandado de Prisão Temporária. À noite, ciente do cerco policial, o suspeito resolveu se apresentar na Delegacia de Policia, acompanhado de seu advogado.
Vitor Oliveira enalteceu o trabalho célere e árduo de toda a equipe da Delegacia de Polícia de Cristalina, parabenizando-a pelo deslinde das investigacões. Disse o Delegado que a elucidação de um crime tão bárbaro, que abalou a comunidade cristalinene, consolida o efetivo trabalho que a Policia Civil vem desempenhando na cidade e região do Entorno do DF no combate à criminalidade.
 Fonte:  www.policiacivil.go.gov.br

quarta-feira, 5 de junho de 2013

CIDADÃO QUE SE DIZ SECRETÁRIO DA ATUAL ADMINISTRAÇÃO, ACHA QUE ESTÁ ACIMA DA LEI. ISTO É UM ABUSO!!!

Este fato ocorreu hoje dia 05/06 por volta de 11:00 da manhã em frente ao Hospital Municipal de Cristalina. Segundo relatou o Gm Pereira ao site da GM Cristalina, a Guarnição passava em frente ao Hospital quando observou um veículo Hilux prata estacionado na vaga preferencial para portador de necessidades especiais, como o Gm Pereira também é agente da autoridade de trânsito, parou a vtr e foi verificar se o veículo estava identificado com o cartão preferencial, para utilizar a vaga, como não havia identificação o Gm procedeu com a lavratura do auto de infração Art. 181*XVII- ESTACIONAR VEÍCULO EM DESACORDO COM A REGULAMENTAÇÃO- VAGA DESTINADA A IDOSO. Quando acabava de redigir o auto de infração foi interpelado por cidadão conhecido popularmente como Timbó, que logo foi dizendo ao GM: - " Ei doido o que você pensa que está fazendo?" .O Gm Pereira então respondeu que estava autuando aquele veículo estacionado em local indevido, novamente o cidadão Timbó indagou : - " Quem você pensa que é ?". O Gm Pereira respondeu dizendo que é Guarda Municipal e que estava apenas fazendo seu trabalho, pois a lei deve ser respeitada por todos, e que ninguém está acima da lei. Foi quando começaram a ofensas, segundo relatou o Gm Pereira " Timbó" disse que o gm era um" bosta " e não sabia com quem ele estava falando, pois ele era um Secretário do Município, e que anotaria o nome do Gm, e ainda que o gm ia ver o que iria acontecer quando chegasse na prefeitura...Após a discussão o Gm ordenou que o senhor Timbó retirasse seu veículo imediatamente do local e finalizou o auto de infração. O fato foi testemunhado por dezenas de pessoas, que após o fato parabenizaram o Guarda Municipal pela atitude, inclusive oferecendo-se para testemunhar se o Gm precisar. O gm se dirigiu ao SIOPS onde registrou na Polícia Civil um TCO por desacato.
QUE VERGONHA, desacato significa menosprezar ao funcionário público no exercício de sua função e não se confunde com a falta de educação senhor Timbo. É um crime que não possibilita retratação, pois é dirigido contra o estado. Além do mais a lei é para todos independente de posição social, credo, raça,etc. Vamos prestar atenção pessoal!

segunda-feira, 3 de junho de 2013