terça-feira, 25 de agosto de 2009

SEMANA DE CONSCIENTIZAÇÃO NO TRÂNSITO.


Os 10 Mandamentos do Trânsito Seguro
Texto da cartilha publicada pela Frente Parlamentar em Defesa do Trânsito Seguro e a
Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), por ocasião da Semana do Trânsito, em
Setembro de 2007
(1) Não matar
O carro é um instrumento a serviço da vida, da convivência e do progresso.
Vamos proteger a vida e respeitar as leis do trânsito.
(2) A estrada seja para você um instrumento de comunhão entre as pessoas e não um local
com risco de vida.
As estradas são construidas para aproximar as pessoas e favorecer a promoção
humana. Vamos defender a vida com amor e colaboração, também no trânsito.
(3) Cortesia, sinceridade e prudência ajudarão você a superar os imprevistos.
A sensibilidade nas relações humanas é o suporte para as grandes e pequenas
soluções da vida. No trânsito precisamos manter este clima de respeito e amor
ao outro.
(4) Seja caridoso e ajude o próximo nas suas necessidades, especialmente as vítimas de
acidentes.
O amor e a justiça são princípios indispensáveis para manter e cultivar a
dignidade humana. Por isso, “não nos cansaremos de fazer o bem” (Gl 6,9)
(5) Que o carro não seja para você expressão de poder e domínio nem ocasião de pecado.
O bom uso do carro depende das boas intenções do motorista.O que se passa
no coração se expressa nas relações.
(6) Convença, com caridade, os jovens e os que já não o são para que não dirijam quando
não estiverem em condições de fazê-lo.
O bom senso é princípio indispensável no discernimento sobre as condições de
dirigir. É preciso obedecer as leis de trânsito e aceitar os próprios limites.
(7) Ajude as famílias das vítimas de acidentes.
A verdadeira solidariedade se confirma nas horas difíceis da vida. O que você
gostaria que lhe fizessem procure fazer ao outro.
(8) Reúna a vítima com o motorista agressor num momento oportuno para que possam viver
a experiência libertadora do perdão.
Fogo não se apaga com o fogo! Violência não se resolve com violência! Só o
perdão liberta e promove a paz e a justiça.
(9) Na estrada proteja o mais vulnerável
O cuidado pela vida, sobretudo a dos mais fracos, é a maior expressão de
grandeza de um coração que sabe amar.
(10) Sinta-se responsável pelo outro.
Ninguém é mais do que ninguém, mas todos somos menos sem o outro. Somos
mutuamente responsáveis pela vida e pela paz nas estradas. Seja solidário!
Por Vias Seguras 1/1 25/11/2007.

Nenhum comentário:

Postar um comentário